[Trama Principal] Prelúdio do Apocalipse. O ser supremo, Death.

Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por O Escritor em Qua 1 Ago - 23:12:10

Saga de Death

1 ano depois da batalha de Londres...

Cerca de um ano depois dos acontecimentos em Hogwarts e Londres, onde os dois duques caíram, o Império das Trevas comandava o Reino Unido através do cativo Primeiro Ministro Trouxa. O mundo inteiro ainda falava sobre os mortos-vivos, as agências de inteligência agiam freneticamente e sob pressão, vários governos romperam seus vínculos secretos com diversos Congressos e Ministérios bruxos. França brigava com Reino Unido, que brigava com os Estados Unidos, que brigava com Noruega e Japão. O Imperador havia criado um coliseu para seus inimigos se digladiarem, sendo os imperiais carrascos que unicamente teriam o trabalho de arrancar, literalmente, as cabeças das peças que já não servissem mais ao tabuleiro.

Um dia, o Império das Trevas perdeu seu Imperador e a sede foi completamente destruída por uma quantidade surreal de magia. Já os remanescentes seguiram seus próprios caminhos. A Aliança de Merlin conseguiu recuperar o Primeiro-Ministro Trouxa e dessa forma trouxe de volta a normalidade ao Reino Unido. Mas não havia tempo para respirar, afinal, quem foi o responsável pela queda do Império? Aliado? Inimigo? Nas vésperas de Hogwarts abrir suas portas para mais um ano letivo, a resposta apareceu.

O dia virou noite em segundos no Beco Diagonal. Todas as vidraças embaçaram, as pessoas conseguiam ver o vapor de suas próprias respirações e a felicidade se esvaiu, parecendo que jamais retornaria. No alto do Gringotes, um ser encapuzado e imponente flutuava. Invés de rosto, uma luz azul. Havia um símbolo estranho sobre sua cabeça e esses aspectos o diferenciavam, à primeira vista, dos dementadores. Com a voz alta e sinistra, essas foram suas palavras: “Esse é o começo do fim para a magia. A natureza deu sua sentença e eu sou Death, o executor. Cada existência miserável perecerá em 52 semanas. Usem esse tempo para se arrepender dos seus pecados... Ao menos morram com alguma honra”. Quando os aurores chegaram, houve uma chuva de feitiços contra o inimigo declarado, mas nenhum fez efeito. Mesmo os mais poderosos, inclusive o Patrono, se mostraram ineficazes. Death ergueu todos os aurores no ar apenas com o levantar da mão esquerda, para com a direita extrair a luz de suas vidas diante dos olhos de todos ali presentes. Mortos, os corpos caíram no chão. Houve pânico e uma fuga em massa do Beco Diagonal, ao passo em que o céu ficava limpo; ele tinha partido.

- México -

Um homem de idade, mas imponente, com feições e trejeitos que o distanciavam de alguém frágil, acomodou-se melhor na poltrona e, calmo, disse:

— Presumo que o assunto seja de extrema urgência. Sou todo ouvidos... Harry Potter.
O EscritorAdministrador(a)
avatar


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum